segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Atividades para Creche

Atividades para estimular bebês em creches e berçários

 Olá queridos!


Como estimular o bebê em cada fase desde o 0 até os 24 meses?
Saiba que atividades desenvolver lendo esse material valiosíssimo retirado do livro Estimulando a mente do seu bebê do Dr. S. H Jacob
Leitura imprescindível para o professor de creche e berçáriose papais e mamães preocupados com o desenvolvimento de seu filho.



Como estimular o bebê de  0 a 1 mês?


  • Criando um ambiente enriquecedor
  • Utilizar lençois coloridos e atraentes quando colocar de bruços;
  • Massagear o bebê todos os dias;
  • Pendurar objetos coloridos no berço;
  • Conversar, cantar, tocar músicas suaves;
  • Fazer uso de móbiles;
  • Ao brincar com bebê, colocar um dedo em cada mão dele e suavemente esticar os seus braços;
  • Tocar os lábios da criança com seu dedo;
  • Tocar o rosto do bebê suavemente
( JACOB, 2005,p. 59-62.)

Como estimular o bebê de  1 a 4 meses?


  • Ofereça ao bebê uma variedade de objetos com texturas, formatos e tamanhos diferentes;
  • Desloque um chocalho de um lado para o outro do corpo do bebê, da cabeça aos pés, e balance-o suavemente;
  •  Coloque uma luva bem colorida na mão do seu bebê;
  • Coloque o bebê de frente para o espelho, isto ajudará o bebê a se reconhecer como um ser independente do mundo;
  • Quando ouvir o seu bebê emitindo um som como "ah" diga um "aaahhh" mais prolongado. Logo ele vai imitar;
  • Com o bebê deitado de costas, segure seus pulsos e ajude-o a  bater palminhas, cantando suavemente;
  • Coloque-o sentado por alguns minutos apoiado com almofadas para não cair para os lados.
( JACOB, 2005,p.68-77.)

 Como estimular o bebê de  4 a 8 meses?


  • Coloque o móbile de chutar no berço;
  • Amarre um balão com guizo na pulseira do bebê;
  • Amarre um balão no tornozelo do bebê;
  • Dê à criança uma colher de pau e uma tigela e ela vai descobrir que bater na tigela com a colher produz som;
  • Amarre o brinquedo num barbante e coloque o barbante na mão do bebê;
  •  Na banheira encoraje o bebê a fazer a água ondular. Ele poderá perceber que seus movimentos causam ondas na água;
  • Dê ao seu bebê um pequeno pedaço de tecido com sinos costurados nele. Quando o bebê chacoalhar o tecido, os sinos tocarão;
  • Role na frente do bebê uma bola para frente e para trás;
  • Puxe um fio para tocar um sino;
  • Encha as bochechas e segure com as mãos do bebê para apertá-las e esvaziá-las;
  • Traga as mãos do bebê até a sua boca enquanto você balbucia;
  • Apresente para o bebê um conjunto de tigelas e coloque uma dentro da outra e depois separe-as. Esta atividade é uma grande fonte de aprendizado e diversão;
  • Ajude o bebê a engatinhar;
  • Prenda duas bolas de pano com pedaços de elástico entre elas.Segure uma ponta e encoraje o bebê a segurar pela outra ponta. Estique o elástico e solte;
  • Apresente um brinquedo para o bebê e ofereça dizendo: Pegue;
  • Faça brincadeiras de esconder, escondendo o rosto;
  • Depois esconda um brinquedo atrás de um objeto, revelando apenas parte dele
( JACOB, 2005,p.81-91.)

 Como estimular o bebê de  8 a 12 meses? 


  • Aos 9 meses o bebê gosta de bater palmas;
  • Ofereça para a criança instrumentos rítmicos, tambores, xilofones etc;
  • Coloque três blocos em uma fileira e encoraje-o a empurrá-lo;
  • Role uma bola fora do alcance da criança e o encorje a pegar  e devolvê-la para você;
  • Faça caretas e espere pela imitação;
  • Conte histórias curtas para as crianças;
  • Aponte para objetos em livros e revistas e diga o nome deles;
  • Deixe a criança virar o botão de um rádio velho para mudar a estação;
  • Coloque um relógio barulhento debaixo do lençol e deixe que ele o procure e descubra;
  • Use brinquedos que se encaixam um no outro, como copos de tamanhos diferentes;
  • Supervisione enquanto o bebê coloca pequenos objetos num jarro e os remove;
  • Dê oportunidades para a criança encher e esvaziar caixas;
  • Dê a criança esponjas com diferentes texturas para brincarna banheira.
( JACOB, 2005,p.98-108.)

 Como estimular o bebê de  12 a 18 meses?  

  • Brincadeiras com água na areia na terra ou na banheira;
  • As crianças gostam de brincar com grande quantidade de objetos;
  • Ofereça à criança bolinhas, tampas, frascos, carretéis etc;
  • Ofereça encaixes com formas geométricas;
  • Ofereça quebra - cabeça simples;
  • Ofereça um conjunto de bloquinhos de madeira para a criança empilhar;
  • Oportunize a ida da criança à caixa de areia;
  • Ofereça bancadinha de madeira para a criança martelar;
  • Oportunize a utilização de velocípedes;
  • Ofereça uma haste com argolas de tamanhos descrescentes que se encaixem;
  • Prenda um barbante em uma caixa de papelão para fazer um caminhão e puxar;
  • Dê brinquedos de parafusos e porcas de tamanho grande para a criança parafusar uns nos outros;
  • Encoraje a criança a entrar em caixas engatinhando.
  ( JACOB, 2005,p.112-121.)

 Como estimular o bebê de  18 a 24 meses?

  • Oferecer quebra-cabeça simples e ir graduando a complexidade;
  • Brinquedos que se encaixam um dentro do outro com tamanhos diferentes;
  • Jogo de encaixe com formas geométricas;
  • Ofereça para a criança telefones de brinquedos, estimulam a comunicação e o faz de conta;
  • Encoraje as crianças a cuidarem da horta;
  • Promova momentos para a criança dançar, aumentando a sua consciência corporal;
  • Ofereça bonecas, panelinhas, carrinhos etc., incentivando o faz de conta.
  • Imite sonso de animais como: gato, cachorro , passarinho etc.
  • Pintar usando os dedos.
  • Modelar com massinhas;
  • Manusear livros infantis;
  • Promova brincadeiras que exijam a identificação das partes do corpo e a verbalização dos nomes.
( JACOB, 2005,p.128-138.)
 Retirado doblog: Idéia Criativa






Atividades para Crianças Creche e Berçários


Olá professores!

Encontrei no Site Revista Escola o artigo Desafios corporais para o bebê e copiei a parte prática para compartilhar com vocês que atuam em creches e berçários.
Espero que seja útil.

Depois que aprendem a andar, os pequenos precisam ser instigados a correr, pular, saltar - tudo sob a orientação cuidadosa do educador. A proposta desta atividade permanente é mostrar como montar circuitos variados, dentro e fora da sala de atividades, para trabalhar desafios corporais com os bebês. De quebra, esse aprendizado contribuirá para desenvolver um estilo de vida ativo, que também será essencial pelo resto da vida

Objetivos


- Inserir atividades físicas regulares na rotina das crianças.
- Desenvolver habilidades corporais variadas.

Material necessário


Bolas, cordas, escorregador, colchonetes e imagens de animais.

Desenvolvimento


Na maioria das vezes, as crianças são muito ativas e estão sempre se movimentando. Contudo, é importante que a Educação Física seja feita de modo sistemático durante, por exemplo, dois períodos de 30 minutos, um de manhã e outro pela tarde. É certo que qualquer atividade física proporciona benefícios, mas a organização ajuda a criança a perceber a importância desses momentos.
Outro fator importante é a presença do adulto. Ainda que simples, certas atividades podem paralisar uma criança que sinta medo ou dificuldade em realizá-las - e o educador ajuda tanto a evitar acidentes quanto a dar mais confiança aos pequenos. Além disso, o adulto deve ficar atento às etapas do desenvolvimento das crianças: se as propostas forem fáceis demais, não estimulam os pequenos a contento e, se forem muito difíceis, não despertam o interesse em superar limites. Portanto, as atividades até podem ser as mesmas para as diferentes faixas etárias da creche, mas pequenas variações em seu planejamento e execução são muito bem-vindas.

Atividade 1

Uma proposta interessante é enfileirar bolas e auxiliar as crianças a passar os pés por cima delas - primeiro o direito, depois do esquerdo e assim por diante. Em seguida, as cordas podem servir como outro obstáculo a ser ultrapassado, por cima ou por baixo, de acordo com a regulagem de altura. Exercícios como esses exigem concentração, estratégia, preparo e, ao mesmo tempo, são estímulos divertidos.

Atividade 2

No pátio, o escorregador costuma ser usado como um brinquedo para descida. Estimular a subida por onde se escorrega também pode ser interessante. Para isso, segure na mão esquerda de cada criança e ajude-as, uma a uma, a subir. Depois, repita a proposta segurando na mão direita de cada criança. Com essa atividade, é possível perceber com qual das mãos os pequenos têm mais habilidade e força e, a partir daí, trabalhar novos estímulos à outra mão.

Atividade 3

Propostas que envolvem cooperação são ferramentas importantes para o desenvolvimento físico e intelectual das crianças. Ficar em fila, passar uma bola embaixo das pernas e entregá-la nas mãos do próximo colega envolve não apenas estímulos corporais como também noções de respeito e trabalho em equipe.

Atividade 4


Aproveite que as crianças costumam gostar muito de imitar animais e mostre imagens de bichos cujos movimentos elas possam copiar. Por exemplo, minhocas e cobras rastejam, sapos e cangurus pulam, cavalos e guepardos correm. Até o caminhar dos gorilas e chimpanzés pode ser interessante reproduzir: o corpo desses animais acompanha o andar, o que ajuda as crianças a desenvolver noções de lateralidade.

Atividade 5


Bolas variadas (de tênis de mesa, tênis de quadra, futebol de salão, handebol, vôlei, basquete, entre outras) são ótimas para organizar uma competição de arremesso, sempre com os dois braços para essa faixa etária. O tamanho e o peso de cada bola estimulam os músculos do tronco e dos membros superiores. Nesse sentido, confeccionar bolas de meia pode incrementar ainda mais o trabalho.

Avaliação


Faça anotações sobre o desempenho dos pequenos sempre que possível, não para compará-los, mas para aumentar gradativamente a dificuldade das atividades em que eles se saem melhor. Se alguma criança não conseguir realizar determinada proposta, procure auxiliá-la, dentro das possibilidades dela, até que consiga superar seus limites. Vale ainda orientar os pais a fazer algumas dessas propostas em casa, a fim de também contribuírem para a melhoria do desenvolvimento corporal dos filhos.


Nesse link você encontra mais artigos e dicas sobre creches e pré escolas http://revistaescola.abril.com.br/creche-pre-escola/?creche---0-a-3-anos

Veja também o vídeo Leitura para Bebês
 
 
 
Retirado do blog: Idéia Criativa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário